O sobrepeso me levou ao fundo poço

Avaliação
O sobrepeso me levou ao fundo poço, quando eu era mais jovem, gostava de praticar exercícios físicos e cuidar da alimentação, mas com o passar do tempo a gente vira dona de casa, começa a ter outras responsabilidades que demandam tempo.

Com o tempo minha auto estima foi embora e com o tempo vêm as gordurinhas indesejadas, no meu caso acabou vindo até demais, não tinha tempo nem disposição para cuidar da alimentação e voltar a minha rotina de exercícios.

Bom, vou lhes contar aqui como tudo aconteceu, como eu fui até o fundo do poço e lá encontrei a minha “cama elástica”.

Foi no fundo do poço que encontrei a minha cama elástica: Como eu fui parar no fundo do poço

Como eu disse, eu era uma pessoa muito ativa, tinha uma auto estima incrível, estava sempre correndo de um lado para o outro, fazendo mil coisas ao mesmo tempo, mas o tempo passou e venho as responsabilidades, prioridades digamos assim.

Mas não foi exatamente isso que acabou me levando para o “fundo do poço”, somos seres relacionais, vivemos uma vida baseada em relacionamentos,  sejam eles de que nível forem, familiar, profissional ou afetivo.

Os relacionamentos em geral têm uma função, são instrumentos, ferramentas e oportunidades para que possamos desenvolver virtudes, possibilidades de autoconhecimento.

Mas quando se para pra pensar em relações, o que vem a sua cabeça? Sim, a pessoa amada.

Mas nem tudo é um mar de rosas, sempre acontecem as coisas que achamos que nunca irão acontecer…

Sim, comigo não foi diferente, era tudo tão perfeito, tão completo, até que um dia meu parceiro começou a perder o interesse, começou a ser menos cuidadoso.

Foi aí que a minha auto estima começou a chacoalhar, mas pensei, isso é normal, não vou criar minhocas na cabeça e estragar tudo que é tão bom, ou que um dia já foi…

Vou tentar resgatar nossa intensidade na relação, comecei a surpreender ele novamente, como era lá no início, fazia de tudo por ele e mesmo assim ele estava cada vez menos contente.

Então eu o chamei para conversar e saber de fato o que estava acontecendo, se eu havia feito algo ou se ele tinha algum problema que estava lhe causando frustração, pois a minha real intenção era de ajudar, sempre foi.

Ele não me falava nada, parecia não conseguir dizer o que estava afetando e então foi que eu realmente comecei a acreditar que ele já tinha um outro alguém.

O que aconteceu? Minha auto estima foi parar no fundo do poço.

Foi no fundo do poço que encontrei a minha cama elástica: Tentei muitas vezes

Eu tentei muitas inúmeras vezes ajudar, minha consciência estava totalmente limpa, eu sabia que não havia feito algo que lhe deixasse daquela forma comigo.

Ele começou a chegar tarde em casa, já não tomava mais café da manhã comigo, já não queria mais fazer tarefas na minha companhia, estava totalmente diferente, estava de uma forma que nunca tinha sido.

Na nossa vida sexual não era diferente, ela simplesmente deixou de existir.

Foi no fundo do poço que encontrei a minha cama elástica: O que aconteceu lá

Quando você está no fundo do poço, não consegue pensar direito, não consegue nem pensar, sua auto estima está horrível, você vira um pessoa pessimista.

Tudo que você faz é errado, mesmo não sendo errado, você acha que é errado ou que não está bom o suficiente.

Tentava de todas as maneiras resgatar meu relacionamento mas nada adiantava, ele estava cada vez menos afetuoso comigo, ai chegou um momento em que cansada de tudo isso, eu fui direto ao ponto e exigi o que estava acontecendo.

Então ele foi direto e me falou que estava conhecendo outra pessoa, meu deus, quando isso aconteceu eu realmente tive a minha auto estima destruída.

Logo resolvi que não havia mais lugar para nós dois dentro do mesmo lar, resolvemos separar nossas coisas e cada um para o seu canto.

Eu amava ele e sofri demais, cada dia parecia sofrer mais e mais, precisava achar uma maneira de me reconstruir, acham que eu consegui?

Foi aí que eu me afundei de vez, na maldita da comida, isso mesmo a minha válvula de escape foi a comida, comecei a comer e comer porque era o que me trazia algum prazer naquele momento, mas jamais imaginei que iria engordar tanto.

Minha raiva, minha ansiedade foi totalmente descontada na comida, como a grande maioria das pessoas, comer me fazia feliz, me deixava contente.

Quando me dei por conta essa felicidade virou 22kg a mais, ai eu quando eu vi, já era tarde demais.

Foi no fundo do poço que encontrei a minha cama elástica: Como eu saí do fundo do poço

Já afundada na depressão, abandonada pelo marido e com 22kg a mais, minha melhor amiga me viu naquele estado e não conseguiu mais me ver cada vez mais gorda, ela q já era minha parceira de corrida antigamente.

Começou a tentar me ajudar, embora fosse muito difícil, porque quando estamos nessa situação não queremos ajuda, queremos apenas ficar em silêncio, e comendo.

Minha amiga resolveu me levar a uma nutricionista na qual ela já estava fazendo acompanhamento, eu resisti muito até ela conseguir me arrastar, mas por fim eu fui.

Após essa visita, minha querida amiga me deu todo o suporte, me arrastou para o mercado para comprar a dieta, me acompanhou praticamente todos os dias para fazer os exercícios, embora eu gostasse muito disso, era algo que já havia ficado no passado.

Após duas semanas me “adaptando” a essa nova rotina, minha auto estima estava voltando, comecei a ter vontade de fazer as coisas novamente, meu trabalho começou a fluir melhor, consegui retomar o tempo perdido da faculdade também.

Mas mesmo nessas duas semanas, eu vi que para emagrecer o que eu tinha ganhado, era extremamente difícil, pois era 22kg, mas eu já estava embalando e sabia que poderia retomar a minha ativa novamente.

Ainda não muito satisfeita fui procurar um endocrinologista, para ver se havia algo que eu pudesse tomar que potencializaria os meus resultados.

E pra minha surpresa ele me falou que existia um suplemento 100% natural, o nome dele era Magricaps, nunca tinha ouvido falar.

Ele me explicou que é um fórmula nova no Brasil e que não é comercializado em farmácias e drogarias locais, que eu conseguiria comprar apenas pela internet, mas que era algo que iria completar muito tudo que eu já vinha fazendo.

 

Foi no fundo do poço que encontrei a minha cama elástica: Meus resultados

Sobre a recomendação do médico, comecei a utilizar o Magricaps nos horários que havia me sido prescrito, lembrando que apenas adicionei esse suplemento a minha rotina de dieta e exercícios.

Detalhe que minha dieta e exercícios não era nada milagrosa, eu apenas voltei a evitar as frituras e refrigerantes, voltei a beber bastante água, caminhar e correr.

Isso mesmo, fiz o básico, até então havia perdido 4kg em duas semanas, que foi onde comecei a tomar o Magricaps, ao fim da terceira semana, que foi a primeira de tratamento, eu perdi 5kg!

Exatamente isso, em duas semanas comendo e caminhando eu perdi 4kg, em apenas uma semana usando o Magricaps eu perdi 5kg, emagreci mais em uma semana do que em duas.

Eu realmente resgatei a minha auto estima, minha vitalidade voltou com tudo, então resolvi que estava pronta pra voltar a academia.

Porque era algo que eu realmente amava fazer, Magricaps me ajudou muito em tudo, não apenas para emagrecer, mas a energia e disposição que ele me trouxe ao longo do meu dia a dia foi incrível.

Na segunda semana tomando Magricaps eu já havia perdido mais 6kg, cada vez estava mais contente e me esforçava mais!

Na terceira semana usando Magricaps perdi mais 5kg, já havia perdido praticamente tudo que havia ganhando, mas mesmo assim não gostaria de deixar de tomar, por conta da energia e tudo que ele havia me trazido.

Magricaps tem inúmeros benefícios, pois eu fui pesquisar para saber tudo o que tinha nele, que estava me trazendo tanto resultado, pois também queria ajudar algumas amigas que estavam com um pouco de sobrepeso, não tanto como eu.

Foi no fundo do poço que encontrei a minha cama elástica: Como eu me sinto hoje

O que eu tenho a falar hoje é que eu retomei a minha auto estima, hoje sou uma mulher completa, estou realmente muito mais feliz, graças ao Magricaps.

Ele realmente transformou a minha vida, assim como deve ter transformado a vida de outras mulheres que também devem ter utilizado esse suplemento incrível.

Gostaria de dizer a vocês algumas coisas que eu percebi ao longo desse trajeto, o que realmente eu acreditei e deu certo comigo.

Se ocupe, quanto mais coisas pra fazer, menos tempo pra ficar em casa, menos tempo de ócio, menos tempo pra ansiedade tomar conta e fazer você comer, como válvula de escape dos seus problemas.

Feche os olhos e enfie o pé na porta! Ponha um objetivo e vá atrás, não dê tanta atenção ao tempo, à dor, à preguiça e o que for.

Escute músicas que te motivem, veja filmes que te inspiram, faz o que for preciso, mas se motive e não pare!

Faça o bem que ele retorna pra você, pode parecer bobagem, mas funciona mais que abdominais.

Aqui eu deixo registrado a minha história de superação, de como foi o término do meu relacionamento, de como eu perdi a minha auto estima e de como eu recuperei a minha auto estima.

Hoje eu só tenho a agradecer, especialmente a algumas pessoas em particular, minha amiga Fernanda que foi quem me tirou do fundo do poço, meu endocrinologista Tiago e ao incrível Magricaps por existir e me salvar.

Lembre-se: “NADA É IMPOSSÍVEL”

magricaps

error: